ALELUIA! JESUS CRISTO RESSUSCITOU!

Romanos 4:25
Publicado em 13/04/2022

(Jesus) foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação.

Se nós cremos no ensino bíblico sobre a morte de Cristo Jesus por nossos pecados e na Sua ressurreição para nos justificar junto ao Pai, satisfazendo assim a justiça divina ao pagar um imensurável preço, então, não podemos nos omitir diante dos ensinos falsos e das tradições humanas, por mais doces e atraentes que possam parecer, por mais que afofem os sentimentos infantis para que não corramos o risco de colaborarmos com uma geração sem o verdadeiro temor a Deus e à Sua Palavra por não entender que a verdadeira Páscoa do cristão é o próprio Cristo Jesus - Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem. Visto que a morte veio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo. Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. E, então, virá o fim, quando ele entregar o reino ao Deus e Pai, quando houver destruído todo principado, bem como toda potestade e poder. (I Coríntios 15:20-24).

Agradecemos a Deus na sexta-feira ao nos lembrarmos dos sofrimentos, crucificação e morte do nosso Salvador e, no domingo, chamado Domingo de Páscoa, como família da fé nos reunimos para celebrarmos a vitória de Cristo Jesus sobre a morte, pois, cremos de todo o nosso coração que Ele ressuscitou, está vivo no Trono junto ao Pai e que está para voltar!

No Antigo Testamento, Israel celebrava a Páscoa com o significado da libertação do seu povo do jugo da servidão do Egito sob a intervenção poderosa de Deus que culminou com o sangue de milhares de cordeiros sendo aspergido nos umbrais das portas livrando as casas judias das garras da morte (Êxodo 12); no Novo Testamento e na vida da igreja cristã, a celebração expressa a alegria de uma nova Páscoa simbolizada em Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo que, novamente num ato de intervenção divina trouxe a libertação do jugo da escravidão do pecado (I Coríntios 5:7-9).

Por isso, não podemos nos esquecer de que a nossa celebração pascal é expressão de gratidão a Deus porque Cristo morreu pelos nossos pecados, mas ressuscitou para a nossa justificação!!! Que as nossas crianças e os novos na fé façam a pergunta feita no passado, nas casas de Israel - “O que significa isso?” - para que respondamos dando o testemunho do que Jesus fez por nossas vidas ao nos libertar das trevas do mundanismo e nos transportar para o reino da luz de Deus.

                                                                             (Elizeu Dourado de Lima, pastor)

Compartilhe em suas redes sociais

Venha nos Visitar

Venha nos Visitar

Entre em Contato Conosco

Entre em Contato Conosco

Endereço

Av. Visconde do Rio Branco, 1636 - Centro, Fortaleza - CE, 60055-170

Entre em Contato

(85) 3052-2525

(85) 99955-0164

secretaria@ipf.org.br

Política de privacidade

Formulário de Direito dos Titulares

© IGREJA PRESBITERIANA DE FORTALEZA ® 2022. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.